Missionárias Combonianas
Provincia Moçambique-Africa do Sul (MOSA)

Irmãs Missionárias Combonianas

Irmãs Missionárias Combonianas

Irmãs Missionárias Combonianas, Mulheres consagradas a Deus para a missão ad gentes. Fundadas por Daniel Comboni em 1872 com o nome “Pie MadridellaNigrizia” (Piedosas Mães dos negros), um Instituto exclusivamente missionário.

O dia 12 de Dezembro de 1877, dom Daniel Comboni parte para África com as primeiras 5 irmãs Combonianas, de Verona- Itália, para o Egipto, e depois para o Sudão, esta viagem marca o inicio da nossa presença em África, onde se consolidam as nossas raízes. Actualmente somos 1250 irmãs, de 35 nacionalidades, actuamos em 36 países, 4 continentes.

Onde estamos: A Congregação em atenção aos sinais dos tempos alarga a sua presença a outros Países da África, abrindo-se depois a outros continentes: Europa, América e Ásia.

 Em América (USA, México, Costa Rica, Guatemala, Peru, Equador, Brasil , Colômbia e Haiti), na Europa (Reino Unido, França, Espanha, Portugal, Itália e Alemanha), na África (Egipto, Norte Sudão, Sul Sudão, Chade, República Centro africana, Eritreia, Etiópia, Quénia, Uganda, Togo, Congo, Zâmbia, Moçambique, África do Sul, Benim), na Ásia (Israel, Palestina, Jordânia, Emiratos Árabes, Qatar e Sri Lanka).

 A nossa finalidade é a evangelização dos povos aos quais não foi ainda anunciada a mensagem evangélica, privilegiando os mais pobres e necessitados, especialmente na África

  • Promover o crescimento das comunidades cristãs para a consolidação das Igrejas locais, especialmente nas áreas mais pobres e abandonadas;
  • Empenhando-nos a realizar os valores do Reino de Deus nas situações de opressão, injustiça e pobreza;
  • Sensibilizar aos cristãos da sua responsabilidade na evangelização de todos os povos; através da animação missionária;
  • Testemunhar com a vida os valores evangélicos quando o anúncio explícito do evangelho não for possível;
  • Dedicar um cuidado especial à formação das Religiosas locais para que sejam uma presença profética da Igreja e possam desenvolver a riqueza dos seus valores em prol da comunidade eclesial.
  • Como expressão da única actividade evangelizadora, estamos igualmente empenhadas no campo da saúde, do social e  educativo.